quarta-feira, 24 de maio de 2017

POEMA DE FERIADO *


Meninos formigam na rua com o futebol:
dedões descalços no capotão em fim de carreira
Faça chuva faça sol
meninos formigam o feriado com o futebol.
À direita da janela,
convidados sentados na calçada conversam feito figurantes,
eloquentes alto-falantes.
À direita da janela,
figurantes conversam decorando copos descartáveis nas destras.

Liberdade ainda que tardia.
Tiradentes tira a pressão da terça-feira apressada ainda.
Faça Sul faça Norte,
meninos suam chuva,
fominha nega tabelinha,
a chuva joga no gol e na linha
faça chuva faça gol

todo menino quer ser Pelé,
não Joaquim José da Silva Xavier

Figurantes passam suas falas
sem um pingo de Inconfidência.
O fominha não passa,
a chuva não passa,
o sol passa sem ter passado por aqui
e Tiradentes não passa dum feriado,
faça chuva faça sol.





* poema publicado originalmente no site GARGANTA DA SERPENTE
http://www.gargantadaserpente.com/toca/poetas/leonardopraciano.php?poema=2

Nenhum comentário:

Postar um comentário